Separando CNPJ de CPF

Contas do CNPJ e CPF nunca podem se misturar, correto?

O problema é que muitos gestores de farmácia ainda não estão separando CNPJ de CPF.

Quando pegamos os dados de uma farmácia para analisar, geralmente a gente encontra as contas pessoais misturadas com as contas da farmácia. Então existem boletos dos fornecedores da farmácia misturados com o pet shop do cachorro… a escola dos meninos, a faculdade da namorada… enfim, uma série de despesas que não são inerentes ao negócio.

A gente vê muita empresa afundando mas não porque a empresa é ruim. Muitas vezes era o dono que não sabia o quanto podia retirar do negócio. Acabou se embolando no financeiro pessoal e colocando as suas contas para farmácia financiar. A farmácia não estava conseguindo pagar nem as contas do empresário e nem as contas dela mesma.

Se você quer ter sucesso na gestão financeira do negócio, a primeira coisa que precisa aprender é separar as contas da pessoa física, da pessoa jurídica.

Eu sei que para alguns parece bem básico, mas na prática o que a gente vê é o dono de farmácia, principalmente o pequeno e médio empreendedor, embolando as contas pessoais na conta da empresa e nunca consegue definir o que é a sua retirada pró-labore, do que que é o lucro da empresa de fato.

Então é muito importante conhecer profundamente os números da farmácia para conseguir de fato a separação das contas.

Deixe os cartões de crédito da empresa para fazer investimento para empresa. Dessa forma a gestão fica descomplicada e eficiente.

Depois de assistir ao vídeo, deixe o seu comentário no final da página pra gente interagir, OK!!!

Seria bom turbinar a gestão de sua farmácia? Então saiba mais sobre nosso curso online em: http://bit.ly/2FAdr6n

Pra você que prefere curso presencial, conheça nossa imersão de 5 dias com bônus especiais: http://bit.ly/2ClHImc

1 comentário


  1. Parabéns Bruna, pela brilhante explanação! Como você mesma disse é a lógica, mas infelizmente, muito empresário se esquece deste preceito básico da gestão e não consegue separar o pessoal do empresarial e converte um negócio lucrativo num péssimo negócio, ou seja, ele mesmo sabota o seu negócio.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *