Google

Software para o varejo farmacêutico

por

Ferramenta para automatizar vendas ou método de gestão?

Software para Varejo Farmacêutico

Ministrando cursos e prestando consultorias em todas as regiões do Brasil, temos testemunhado e constatado enorme dificuldade das farmácias e drogarias na utilização de softwares em seus PDVs.

Tais dificuldades decorrem basicamente de dois fatores:

    • Ausência de um modelo de gestão por parte do estabelecimento;
    • Software concebido e construído sem um método de gestão.

Tal combinação de fatores é inadmissível em empresas que querem e precisam ser mais competitivas.

Sem um bom software, a farmácia convive com dificuldades em obter os dados necessários para mensurar seus resultados financeiros e tomar decisões que façam seu negócio crescer e se tornar competitivo diante do mercado em que atua.

Sabemos que muitos softwares disponibilizam centenas de relatórios e dados. No entanto, se essas informações não estiverem disponíveis de uma forma estruturada e lógica, que permita ao gestor da farmácia fazer TOMADA DE DECISÃO, terá sido em vão qualquer dado disponibilizado.

 

É perceptível no varejo farmacêutico independente a ausência de:

    • Método de fechamento de caixa;
    • Método de controle de estoque;
    • Método de gerenciamento financeiro;
    • Protocolos definidos de compras e vendas;
    • Modelo de concessão de crédito para crediário.

 

Sem modelos definidos para execução das rotinas da farmácia e sem um software que integre tais modelos, a farmácia acaba apresentando dificuldades em prosperar no mercado em que atua.

Grande número de farmácias de varejo independente subestima a importância da aquisição de um software de excelência como ferramenta de automatização de métodos administrativos. E acabam por utilizar programas de desempenho duvidoso e complicado.

O resultado disso é a subutilização do sistema, que acaba sendo empregado na maioria das vezes apenas para gerar vendas e fazer transações com cartões.

A escolha de um bom software começa pela análise minuciosa dos recursos que o mesmo possui. Antes de adquirir um novo software, a empresa deve assegurar que ele atenda a todos os requisitos necessários e levantados pela própria farmácia. A empresa deve fazer um documento em que constem os requisitos mínimos para aquisição do software e cada requisito deve ser minuciosamente avaliado. Com tais informações, o gestor está preparado para melhorar a infraestrutura de dados e informação da sua farmácia e, consequentemente, ser mais eficiente.

Cadri Awad é Diretor de Cursos do Instituto Bulla, Farmacêutico com Habilitação em Farmácia Industrial, MBA em Gestão Avançada de Varejo Farmacêutico e cursando MBA Executivo em Liderança e Gestão Empresarial. Viajando por todo o Brasil, Cadri já qualificou mais de 5000 empresários de Pequenas e Médias Drogarias para a aplicação da metodologia avançada de Gestão Farma.

10 Comments to Software para o varejo farmacêutico

Gostou? Deixe seu comentário aqui.

  1. Kayo Cristian Maia

    Estou vivenciando esta situação atualmente!!!
    Acho oportuno o assunto abordado, e depois de muitos anos é que entendi o que representa um software na Farmácia. Achava que estava tudo bom, mas é que eu não analisava meus dados. Então, não sabia da importancia de ter um sistema.
    Só fiquei sabendo disso depois que tentei administrar melhor para obter as finanças melhoradas. Foi só aí é que me bateu a falta que faz um sistema bom, e voltado para a prática diária.

    • Kayo, seu comentário é muito oportuno. Existe um equivoco enorme sobre o papel do software numa farmácia. Esta situação tende a melhorar, a medida que os gestores de farmácia se tornarem mais exigentes e conscientes sobre os requisitos necessários para um software ser uma verdadeira ferramenta de gestão. Um grande abraço e obrigado por estar conosco aqui também.

  2. Jardel Resende

    Boa Noite, Cadri estive em uma palestra sua no Rio de Janeiro, na sede das Drogarias Ofertão através do laboratório Teuto, gostei muito da palestra só que nos vídeos aulas que recebemos não consegui entender algumas coisas, como faço pra fazer esses cursos em Goiania?

    • Jardel.

      Fico feliz que tenha gostado do nosso curso.

      Realizamos em Goiânia anualmente várias edições de nosso curso presencial completo. É um curso de 40 horas com duração de uma semana. Este ano em função da agenda muito intensa ainda não definimos quando será o próximo, portanto, peço a Você que aguarde mais alguns dias para definirmos a data do próximo cursos.

      Aproveitando o ensejo, gostaria de anunciar que estamos lançando no final de abril o Programa Fórmula Bulla GF. Neste programa Você terá oportunidade de assistir pela internet os 8 passos necessários para implantar o Método Bulla em sua farmácia. Será bem diferente do conteúdo online que Você assistiu no ano passado, pois, traremos aqui atualizações de conteúdo e novas abordagens para implantação dos processos em sua empresa.

  3. Angélica Conrado

    Bom dia Cadri!

    Você teria alguma indicação de Software?

    Você poderia me passar por e-mail o valor se sua consultoria para ABERTURA de farmácia, sou de Anápolis-GO

    Aguardo.

    Você é um excelente Professor!!!!

    • Angélica,

      O mercado tem muitos softwares específicos para farmácia e ainda estamos em busca de um software que atenda ao conjunto de requisitos da Matriz de Aderência que elaboramos com base nas técnicas da Administração Moderna para drogarias que preconizamos em nossos cursos. Não estou dizendo a Você que não temos softwares de qualidade, mas que precisamos de softwares com método de gestão embarcado. Sobre a consultoria entraremos em contato com Você para agendar uma conversa e elaborar um plano de ação para abertura de farmácia.

  4. Bom Dia Cadri,

    Tenho Software da empresa TRIER SISTEMAS, você o conhece? O que podes me dizer sobre ele? Bom? Ruim? Completo? Incompleto? Tem todas a ferramentas necessárias?

    Grande abraço!

    • Olá Thomas,
      O Trier sistemas é ótimo software, no entanto, não diria que é completo ou que reúne todas as ferramentas necessárias, pois, é preciso questionar antes o modelo de gestão que cada farmácia adota. Sempre que somos questionados sobre qualidade dos softwares para farmácia existentes no mercado, perguntamos antes: Qual o modelo de gestão Você utiliza em sua farmácia?
      Muitos dos softwares destinados ao canal farma no Brasil apresentam falhas inadmissíveis quando tomamos como base farmácias que trabalham alicerçadas em modelos de gestão de alta performance e profissionalismo. Não podemos conceber software como uma “caixinha” que compramos e simplesmente utilizamos. O software perfeito deveria ser enxergado como ferramenta para automatização de método administrativo ou seja, se Você não tem um método, vai automatizar o quê? É por esta razão que o Instituto Bulla desenvolve modelos de gestão para o varejo farma e chegamos após quase 30 anos de muita prática alicerçada em teoria e estudos. a Fórmula Bulla de Gestão Farma. Nos últimos anos buscamos softwares que embarquem a metodologia de gestão em sua plataforma. Estamos falando aqui de uma ferramenta que de fato lhe permita controlar todos os setores da farmácia, mas acima de tudo lhe permita fazer TOMADA DE DECISÃO.