Google

Qual é o seu Lucro?

por

Você tem certeza de qual é o seu Lucro?

Em nosso último vídeo falamos sobre as fases do lucro e como identificá-las de forma a entender como mensurar corretamente os resultados da sua farmácia ou drogaria.

Hoje vamos falar sobre os principais fatores que levam empresários e gestores a visualizar erroneamente o lucro operacional de suas empresas.

Você possui um demonstrativo padrão para analisar os seus resultados todos os meses?

Lança todos os meses o lastro de RH? Possui crediário? E se possui, computa um lastro de inadimplente mensalmente?

Estes cuidados dentre outros são os grandes responsáveis por distorcer o que achamos que é lucro em nossas farmácias e drogarias e ainda pode piorar, pois, levantamentos com milhares de farmácias e drogarias comprovaram que as mesmas não calculam corretamente o seu CMV ou concluem equivocadamente que o seu CMV é um valor, quando na verdade o valor é totalmente diferente.

Tais problemas decorrem do fato das mesmas não obterem corretamente e com precisão os descontos sobre o preço fábrica por grupo de produtos e não computar os repasses, descontos financeiros (oferecidos apenas nos boletos) e bonificações obtidas dos fornecedores.

Muitos softwares calculam erroneamente tais informações ou são alimentados e configurados de forma equivocada, levando os gestores ao erro.

Portanto, temos aqui elementos suficientes para comprometer de forma acentuada o que entendemos ser o lucro de nossas empresas e isto certamente levará o gestor à tomada de decisão inadequada e obtenção de surpresas desagradáveis.

O que fazer para não incorrer em tais falhas:

  • Adote um padrão de categorias de despesas, estabelecendo o seu plano de contas.
  • Tenha um método correto para calcular o CMV, garantindo para isto formas corretas de medir os descontos obtidos sobre a compra e concedidos sobre a venda.
  • Lance mensalmente o lastro de RH e o Lastro de inadimplência (se houver crediário).

Estes e outros cuidados garantirão que o gestor dê um grande passo para analisar o seu lucro com a convicção que o valor é fidedigno com a realidade da empresa.

Imagine-se precisando de informações e dados para decidir qual a média de descontos a ser aplicada em seu estabelecimento e visualizando seus resultados com erros. É de se concordar que isto levaria você a acreditar que pode ou mesmo não pode adotar determinada média de descontos para ser competitivo no mercado em que atua?

Pois é, meu amigo, este é apenas um dos problemas garantidos quando não temos a leitura correta dos resultados da empresa. Por isso, tenho dito em todos os lugares que palestro que o que vai determinar quem continua neste mercado é a capacidade de controlar o fluxo de dinheiro que entra e sai da empresa e possui ferramentas para medir estes números todos os dias.

Se você deseja saber como BLINDAR O LUCRO DE SEU NEGÓCIO FARMA, CLIQUE AQUI

Mãos à obra e xô na crise por que Você pode muito mais!

Deixe mais abaixo o seu comentário ou dúvida e vamos interagir. Aproveite e compartilhe com quem você acredita que necessite dessas dicas.

Cadri Awad é Diretor de Cursos do Instituto Bulla, Farmacêutico com Habilitação em Farmácia Industrial, MBA em Gestão Avançada de Varejo Farmacêutico e cursando MBA Executivo em Liderança e Gestão Empresarial. Viajando por todo o Brasil, Cadri já qualificou mais de 5000 empresários de Pequenas e Médias Drogarias para a aplicação da metodologia avançada de Gestão Farma.

24 Comments to Qual é o seu Lucro?

Gostou? Deixe seu comentário aqui.

  1. Professor Cadri!

    Nos últimos meses tenho percebido o quanto é importante a gestão financeira do negócio Farma. Acredito que muitos empresários controlam o dinheiro que entra e sai da drogaria. Pagando boletos, salários de funcionários e assim por diante, mas o que tenho certeza que pouquíssimos fazem é uma ANÁLISE ESTRATÉGICA desses números.

    Saber o que fazer para controlar cada despesa, analisar os números e tomar uma decisão sobre o direcionamento do negócio pode significar o sucesso ou até mesmo o fechar das portas.

    Os vídeos do Ambiente Farma vem guiando empresários em todo o País em direção ao sucesso e a profissionalização do Negócio Farma que é tão particular!

    Bora bora bora a Crise é só para quem quiser /

  2. Olá Cadri, como vai ?!
    Alguma previsão do mesmo curso online oferecido pelo intituto BULLA, ser presencial novamente em Goiânia ?
    Obrigado

    • João Paulo, já estamos com data marcada para abril (25 a 29/04) e as inscrições já estão abertas. Será um treinamento imperdível, pois, desta vez estamos enviando aos interessados um formulário para preencher os dados financeiros de suas farmácias e os mesmos trarão estes dados em Goiânia para que possamos juntos preencher os mesmos e visualizar os demonstrativos de Resultados. Neste mês Você usufruirá de um desconto muito bacana.

  3. fabio ribeirao preto

    cadri sou fabio de ribeirao preto falei com vc a 1 mes atras pois fiz o fechamento ontem do mes passado e o meu software mostrou uma media de 4% de desconto um pelo outro e em outra barra moustrou perca de 10,83% do preço consumidor a venda liquida o q vc acha o video foi super bacana

    • Olá Fábio, me lembro sim de termos conversado e o que Você relata é um grande problema. Algumas vezes tais problemas são fruto de falhas do banco de dados do software, mas também pode ser falha decorrente de erros de alimentação e utilização do sistema. Por esta razão, chamamos a atenção no vídeo para tais erros de visualização dos resultados e os seus impactos em nossa gestão. Valeu por sua participação e relato aqui.

  4. Boa Tarde Prof Cadri, xô pra lá crise !
    Em meio a todo esse burburinho, minha farmácia cresceu 270,49% de 2014 para 2015 (completando o 2º ano agora em maio), e estou muito otimista para o ano de 2016, principalmente por ser um ano Político…

    Este também será o ano de consolidação da ALTA FARMA, a partir de março será o 1º mês em que terei um gordo lucro em meu bolso, mesmo pagando empréstimos, etc…

    E como nosso amigo comentou ali em cima, a crise é só pra quem quer e ainda acrescento, é para os desocupados, pois quem trabalha e trabalha duro colhe resultados !

    Grande Abraço,
    André Auler

    • Grande André, é sempre estimulante nos deparar com depoimentos como este seu. Parabéns pelos resultados obtidos e pela forma com que vem encarando as oportunidades e obtendo sucesso. Obrigado pelo seu feedback e continue participando conosco aqui. Um abraço!

  5. wanderley nascimento

    BOM DIA CADRI, COMO SEMPRE, MUITO BOM SEUS VIDEOS, MEU SISTEMA CHAMA-SE SOFTPHARMA
    COMO TER CERTEZA QUE MEU CMV ESTA CORRETO, QUAL MELHOR METODO PARA AVERINGUAR?

    GRATO.

    • Wanderley, a melhor forma de descobrir se o C.M.V obtido no seu sistema está correto, é calcular Você mesmo utilizando a fórmula de cálculo do mesmo. Em nosso curso mostramos que é possível calcular o C.M.V. da farmácia conhecendo a margem de lucro bruto dela, ao invés de utilizar a famosa fórmula C.M.V= E.I (Estoque inicial) + Compras – E.F. (Estoque final). O cálculo do C.M.V. através da margem de lucro é mais simples e permite que Você o faça sem que para isto necessariamente tenha a posição do estoque. Quando Você efetuar o cálculo é preciso ficar atento aos fatores como descontos obtidos dos fornecedores, ICMS cobrado por substituição tributária, descontos financeiros, bonificações, descontos concedidos ao cliente, reposição de produtos vendidos através dos Programas de Benefícios de Medicamentos (PBM`s) e toda variável que pode influenciar nos cálculos distorcendo assim o cálculo do C.M.V.. Para lhe mostrar tudo isto que acabei de lhe relatar de uma forma objetiva, precisaríamos quase que de um curso e da utilização da algumas planilhas para lhe evidenciar na prática os cálculos que acabei de constar.

  6. drogaria resende

    Bom dia,minha dificuldade,e esta em cidade pequena onde infelizmente existe fiado em blocos
    onde para q eu ter o controle,é muito dificil.
    e principalmente o fiado em cidade pequena.não tem como correr
    obrigado

    • Olá, Drogara Resende! Em 81% das farmácias localizadas em cidades pequenas, em que implantamos um modelo de crediário com adoção de técnicas e protocolos profissionais conseguimos reduzir o índice de inadimplência para nos máximo 3%. E na maioria dos 19% das farmácias que não conseguiram reduzir drasticamente o índice de inadimplência, o fator responsável por isso foi dos gestores não abraçarem a responsabilidade e não acreditar na efetividade dos processos. Muitos só vêem problemas e obstáculos e é preciso acreditar na solução e enxergar que existe solução para tudo, porém, depende de cada um de nós.

  7. Olá Cadrid, primeiramente parabéns pelo seu trabalho. Tenho acompanhado todos os vídeos que têm sido muito esclarecedores.
    Estou fazendo um estudo de viabilidade para abertura de uma farmácia em Florianópolis/SC.
    Você saberia me dizer qual é a “margem” média de uma farmácia que fatura na faixa dos R$ 75K a 100K por mês?
    Não sei se estou utilizando o termo correto, mas me refiro à diferença entre o preço de venda e o de compra de um produto, dividida pelo seu preço de compra.
    Exemplo: Compro por R$ 80, vendo por R$ 100, ganhei R$ 20, “margem” de 25%.
    Sei que esse número costuma ser maior para genéricos e similares, mas me ajudaria muito ter uma noção da margem média praticada numa farmácia desse porte.
    Muito obrigado pela atenção.

    • Marcelo, o Lucro Operacional médio para uma farmácia com faturamento de R$ 75 mil a R$ 100 mil é de 7 a 15%.

      Pela sua pergunta, o que você está me perguntando é a Margem de Lucro Bruto de uma farmácia. A Margem de Lucro Bruto é aquela necessária para pagar as despesas operacionais fixas e variáveis. Neste caso é preciso que a mesma fique no mínimo em 30 a 35%. No entanto, é preciso fazer uma correção, pois, os cálculos a que você se refere não são utilizados para determinar a margem de lucro bruto, mas para encontrar a margem sobre o preço de custo que chamamos de Mark-up.

      Preço de venda – Preço de compra/preço de compra = Mark-up
      Preço de venda – Preço de commpra/preço de venda = Margem de Lucro sobre a venda.

      O mark-up é de baixo para cima e a margem de lucro é de cima para baixo. Devemos sempre nos basear na margem de lucro determinar o resultado.
      Marcelo, é preciso ainda tecer uma observação fundamental. Em farmácia não determinamos a margem de lucro dos medicamentos, pois, os medicamentos já possuem margens definidas pelo governo. Os medicamentos possuem Preço Fábrica e PMC (Preço Máximo ao Consumidor). Portanto, no varejo farmacêutico não determinamos preço de medicamentos e muito menos suas margens.
      O que manipulamos na farmácia é o desconto obtido sobre o preço fábrica e o desconto concedido aos clientes sobre o PMC. A diferença entre o desconto que se obtêm sobre o preço fábrica e o desconto que se concede sobre o PMC é que forma a margem de lucro bruto da farmácia. Logicamente, a Margem de lucro bruto depende do perfil da farmácia e dos descontos obtidos dos fabricantes em cada grupo de produtos. Os estudos mostram que a margem de lucro bruto não poderá ser inferior a 30 a 35%.
      Espero ter sido claro e me coloco a disposição para posteriores esclarecimentos. Um grande abraço!

    • Silvio, logicamente o CMV ideal é o menor possível, ou seja, é aquele que representa menor peso possível sobre a venda. Se a drogaria for tradicional ou convencional o CMV médio para nosso mercado é de 46 a 51%. Se a drogaria for de perfil popular e o seu mix de produtos é composto por medicamentos de prescrição, genéricos e similares e perfumaria, o CMV varia em média entre 32 a 40%. Em nosso método de cálculo não embutimos o ICMS ST no cálculo do CMV e este percentual está baseado na venda bruta. É preciso se ligar nesta informação porque talvez você esteja habituado a comparar o CMV com a venda líquida e embutir ST no cálculo do mesmo. Portanto, meus percentuais coincidem absolutamente com os que você está acostumado a enxergar quando se converte o cálculo para a venda líquida e se computa ST no cálculo do CMV. Qualquer dúvida, estou a disposição para esclarecer tais cálculos.

  8. Adalton Paulo de carvalho

    Gostei da sua resposta sobre o software que vocês elaboraram com os 8 passos
    Tem uns 2 anos que queira participar do seu evento… gostaria que pedisse a seu representante que me ligasse sobre o software.
    Gostei da troca de idéias de você com o Vinícius.
    33 987162077
    E gostaria de participar aí em Goiânia .se possível…moro em Manhumirim e gostaria de saber se o curso presencial vai dar esta oportunidade de aprendizagem mesmo… motivo deslocamento.

    • Gerald, O primeiro passo é montar o Demonstrativo de Lucros e Perdas (DLP) da futura drogaria. Para fazer isto é preciso realizar uma contagem de passantes na porta do futuro ou provável PDV onde será montado o negócio. Através da contagem de passantes é possível estabelecer o potencial de vendas da drogaria. Com base no potencial de vendas se calcula o estoque ideal para montagem. Aí é simular as despesas variáveis e fixas no DLP e fazer uma projeção de fluxo de caixa para os próximos 12 meses. Feito este processo calculamos o ponto de equilíbrio financeiro, capital de giro necessário e os outros indicadores de atividade. Desta forma é possível planejar o lucro a ser obtido e a partir dele definir qual o desconto médio sua drogaria deverá praticar para lhe permitir obter o lucro planejado e ao mesmo tempo ser capaz de enfrentar a concorrência. Para isto identificamos o posicionamento e o público alvo, mas também o grau de concorrência na região. Estes processos são a base do sucesso de um empreendimento. Planejar sempre é o segredo do sucesso. Nas consultorias de montagem de drogarias fazemos o plano de negócios sempre para minimizar os riscos inerentes ao projeto e nos cercar de todos os cuidados que visem o sucesso e a prosperidade do negócio. Espero ter ajudado e conte sempre conosco.

  9. Olá Cadri,

    Gostaria de saber sobre o ICMS-ST para o estado de MT.
    Este mês de agosto comprei um total de R$ 20.179,15 de mercadorias (medicamentos/perfumaria/varejo)e deste total, 1,32% é a representação do valor pago de ICMS-ST nas compras sobre o valor bruto de vendas do mês.
    Esta dentro da normalidade estes valores, ou estou pagando imposto em excesso?!

    se Deus permitir em novembro estarei no curso, tudo está encaminhando para melhor.

    Obrigado,
    André Auler

    • André, gostaria que a resposta neste caso fosse sim ou não, porém, é necessário analisar muitos outros fatores para concluir se o valor pago de ICMS ST está em conformidade. Um percentual de 1,32% aparentemente é baixo, no entanto, existem pelo menos dois fatores críticos que fazem com que o ICMS ST seja pago em duplicidade e para isto é preciso analisar os DANFES, as guias e o preenchimento dos campo, pois, temos constados em alguns casos, farmácias pagando indevidamente este imposto. Nem sempre o problema aparece no DANFE e para isto portanto, é necessário um estudo.

  10. Oi boa Noite.
    qual a margem minima praticada nos mediamentos de referência?
    exemplo o medicamento (PF) ME CUSTA 5 REAIS O PMC É DE 6.75.
    Qual o limite de desconto posso da ao cliente ?? lembrando que a venda vai ser sobre cartão de credito.